Quarta-feira, 29 de Setembro de 2010

Foto: AP - George Mitchell (Enviado norte-americano ao Médio-Oriente) e Benjamin Nethanyahu (1º Ministro Israelita)

 

 

Muito se tem falado sobre o reatar das negociações directas entre israelita e palestinianos, sendo que houve uma atenção redobrada na passada semana devido ao final da moratória que impedia a construção de novos colonatos israelitas, neste passado Domingo, moratória essa que já durava à 10 meses e era vista como grande parte do motivo pelo qual as negociações ainda estavam de pé.


O que é facto é que Domingo veio e foi e, apesar de muito ranger de dentes, mas especialmente devido ao que parece ser uma vontade relativamente séria de tentar (pela enésima vez) uma nova tentativa de chegar a algo que se assemelhe a um primeiro passo para a criação de um Estado Palestiniano. Aqui as palavras-chave são mesmo "tentar", "primeiro passo" e um grande "talvez", já que não há qualquer tipo de pista acerca do que tem sido, de facto, discutido nos encontros directos entre Nethanyahu e Abbas, pelo que estamos ainda numa fase onde, à falta de melhor, há pelo menos a vontade de falar.

 

Tem sido interessante a reacção das facções radicais de parte a parte. Por um lado, o Hamas já avisou que não reconhece esta nova ronda negocial nem, imagina-se, tomará muito a sério o que quer que seja que possa sair delas. Por outro lado, a ala mais à direita da actual coligação (com Avigdor Lieberman, o MNE, à cabeça) já veio, de forma bastante caricata, mostrar o que pensa do actual momento. Num discurso à Assembleia Geral da ONU, o MNE israelita veio, indirectamente, funcionar como um segundo 1º Ministro, declarando que qualquer entendimento entre israelitas e palestinianos está a décadas de distância e dependerá sempre de transferências de população de Israel para um hipotético novo Estado (o que implica, no fundo, a expulsões do que são hoje cidadãos israelitas.

 

O Kadima de Tzipi Livni veio dizer isto mesmo:

 

The “A” Prime Minister Netanyahu talks about a final agreement and two states, Prime Minister “B” Lieberman speaks about an interim agreement and population exchange, while Prime Minister “C” Yishai does not believe in an agreement,” mocked MK Yoel Hasson (Kadima). “The Netanyahu government speaks with a number of voices and it seems as though Prime Minister Netanyahu represents only his own perspective. This shows Netanyahu’s weakness, as he is unable to advance his stance among his ministers and his coalition partners. This is a government without a head, without a leader, and without a direction.

 

 

Fala-se que este poderia ser o verdadeiro teste de Nethanyahu, na medida em que o 1º Ministro deveria agora demitir Lieberman, considerando que o Ysrael Beitenu (partido do qual Lieberman é o líder) não está, de facto, interessado neste processo negocial sendo que, o Kadima e Tzipi Livni, para todos os efeitos, parecem estar.

De facto, seria bom que Nethanyah fosse mais consequente face às declarações do seu MNE e fosse um pouco mais além dum mero "distanciamento" em relação às mesmas. O risco de instabilidade governamental é quase certo e a coligação actual estaria comprometida, mas seria um interessante sinal "ao outro lado" que talvez permitisse ultrapassar o episódio do final da moratória à construção de colonatos.



Publicado por Bernardo Hourmat às 13:44 | link do post | comentar

mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

O fino recorte da nossa c...

O Circo

De greves e sindicatos

Se estás a ler isto, não ...

As maravilhas do "Google ...

Para citar o amigo Tolkie...

Notícias da Faixa de Gaza

Pensar o Mundo, Repensar ...

Grandes Títulos

O Mundo ao contrário

arquivos

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

tags

egipto

líbia

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds