Terça-feira, 16 de Novembro de 2010

 

Em antecipação da Cimeira da NATO que se realiza no próximo fim-de-semana, coube ao i a tarefa de realizar a reportagem da praxe em acontecimentos deste género, ou seja, aquela em que os repórteres mostram como é possível contornar certas medidas de segurança implementadas (desde ontem) e, na prática, construir bombas caseiras, bem como arranjar o material necessário para partir umas coisas e, no geral, chatear as forças de segurança que estarão no local.

 

No entanto parece-me que, enquanto alguém que apenas se interessa sobre estas questões e não tem qualquer pretensão de saber os pormenores logísticos e organizativos de algo com a envergadura desta cimeira, não deverão ser tiradas grandes conclusões acerca de aparentes falhas no dispositivo de segurança para a Cimeira. Sim, o Continente do CC Vasco da Gama tem tudo o que é preciso para o "bombista amador" ou para o tipo que simplesmente quer ir tentar partir umas cabeças, mas à partida, é suposto que indivíduos que entram e saiam do CC Vasco da Gama propriamente dito sejam revistados pela PSP, ainda mais no caso de tentarem passar para o Parque das Nações.

 

Por outro lado, os dispositivos de segurança só conseguem ser geridos a uma escala mais "micro" até certo ponto, ou seja, isto para dizer que seria complicado (para não dizer impossível) condicionar a oferta de bens num hipermercado por muito próximo que esteja deste local. Por absurdo, imagino que existam "n" locais onde se possam comprar materiais potencialmente perigosos no raio envolvente da Sede da ONU em NY não deixando por isso o local de possuir um apertado dispositivo de segurança.

 

Isto tudo não serve para desvalorizar a reportagem feita. Apenas para dizer que não há dispositivo de segurança que consiga evitar que um pequeno (e nestes casos, muito pequeno) núcleo de indíviduos determinados e com muita certeza daquilo que pretendem fazer, de levar a cabo a acção que pretendam levar a cabo.

Não me parece que isto seja especialmente alarmista (ao contrário das recentes declarações do nosso MAI ou até de algumas do Presidente do OSCOT), mas apenas bom senso.



Publicado por Bernardo Hourmat às 08:45 | link do post | comentar

mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

O fino recorte da nossa c...

O Circo

De greves e sindicatos

Se estás a ler isto, não ...

As maravilhas do "Google ...

Para citar o amigo Tolkie...

Notícias da Faixa de Gaza

Pensar o Mundo, Repensar ...

Grandes Títulos

O Mundo ao contrário

arquivos

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

tags

egipto

líbia

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds