Quarta-feira, 4 de Maio de 2011

 

Passando ao lado da ironia de um Presidente norte-americano, laureado com o Prémio Nobel da Paz ter autorizado uma incursão levada a cabo por Forças Especiais, em território estrangeiro com o intuito (pelo menos aparente) de eliminar Osama bin Laden, a realidade é que uma das principais figuras internacionais do séc. XXI deixou de existir. Aqui aproveito também para passar ao lado das (inevitáveis) teorias de conspiração sobre a veracidade da morte de Bin Laden e todas as teorias que daí derivam.

 

Ao contrário de grande parte da blogosfera que por cá escreve (especialmente à direita) que agora vem cheia de reticências a perguntar por fotografias e demais "provas", que dificilmente faria o mesmo tipo de perguntas, tivesse sido um Republicano a dar o "ok" à operação, a mim fazem-me confusão este tipo de especulações venham de que quadrante político vierem...

 

Grande parte da opinião publicada sobre o acontecimento vai no sentido da sua desvalorização, principalmente enquanto eventual sinal de "conclusão" da Guerra ao Terrorismo o que, obviamente, é estranho sequer pensar-se nessa possibilidade dada a metamorfose que a Al-Qaeda enquanto organização tem sufrido ao longo da última década, tornando-se para todos os efeitos num "franchise" descentralizado e sem uma verdadeira cúpula decisora. Nesse sentido, a morte de bin Laden é "inútil" já que eventuais ataques continuam a ser perfeitamente exequíveis por parte das inúmeras células espalhadas um pouco por todo o mundo, com especial enfoque no Norte de África e Magrebe, bem como no Afeganistão e Paquistão.

 

No entanto, esta desvalorização deve ser vista com algum cuidado, na medida em que as consequências da morte de bin laden e da própria operação que conduziu à mesma podem ter algumas consequências interessantes a médio/longo prazo. Se tivermos que enumerar algumas:

  • Uma redução significativa nas "boas relações" entre os EUA e o Paquistão que já expressou o seu desagrado pela intervenção no seu território mas, fundamentalmente, pela percepção que fica, de que elementos das Forças Armadas paquistanesas e dos Serviços de Informação teriam, provavelmente, uma noção mais concreta acerca do paradeiro de Bin Laden;
  • O incentivo a uma mais rápida redistribuição de forças norte-americanas dos actuais cenários de guerra, principalmente no que diz respeito ao Afeganistão, posição que já foi assumida de forma mais ou menos clara por alguns congressistas norte-americanos;
  • Uma justificação para, pelo menos em termos de discurso político, usar a morte de Bin Laden para terminar a "Guerra ao Terrorismo", enquanto postura dos EUA perante o mundo e até, internamente, em termos de restrições às liberdades e à circulação de individuos;
  • Uma legitimação das famigeradas "enhanced interrogation techniques", já que alguns responsáveis norte-americanos vieram a público dizer que certas informações poderão ter sido obtidas por intermédio deste eufemismo;

Esta pequena lista é só a minha abordagem às reais implicações que este acontecimento pode ter ao nível da política externa, sendo que extravasa em larga medida uma mera importância simbólica que, inegavelmente, também possui.

Confesso que esta posta ocorreu-me depois de ler a opinião de Daniel Oliveira acerca do sucedido, n'O Arrastão

 

Por outro lado, no site da Foreign Policy (especialmente através dos diferentes blogs) podem encontrar-se excelentes artigos sobre as implicações da morte de Bin Laden



Publicado por Bernardo Hourmat às 13:50 | link do post | comentar

mais sobre mim
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

O fino recorte da nossa c...

O Circo

De greves e sindicatos

Se estás a ler isto, não ...

As maravilhas do "Google ...

Para citar o amigo Tolkie...

Notícias da Faixa de Gaza

Pensar o Mundo, Repensar ...

Grandes Títulos

O Mundo ao contrário

arquivos

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Abril 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

tags

egipto

líbia

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds